Antevisão e análise ao Campeonato SABSEG por José Alexandre Silva

A jornada
Uma vitória no dealbar do jogo, aos 90+6, deu a vitória, pela margem mínima, ao Sport Clube Beira-Mar em Avanca, numa altura em que o Bustelo, que saiu vencedor, em casa, frente ao Mansores, já contava, certamente, em diminuir a desvantagem para a liderança, até agora, incontestada dos aurinegros.

Ainda assim, o Bustelo mantém-se a seis pontos (mas com mais um jogo) do Beira-Mar, sendo, nesta altura, a única equipa que pode manter acesa a luta pela subida. O mesmo já não poderão dizer, ainda que não tenha terminado a primeira volta, União de Lamas e São João de Ver, que, ao empatarem, respetivamente, frente ao Mourisquense e na Vista Alegre (os dois últimos da tabela), viram os aveirenses (com menos um jogo) fugirem para uma vantagem de doze e treze pontos. Não é impossível de recuperar, mas quase. Uma palavra para o Pampilhosa, que fecha o pódio, que venceu o Fiães e mantém a toada positiva.

O destaque
Nesta jornada, destaco, em termos individuais, Diego Tavares, do Sport Clube Beira-Mar, que com um desvio certeiro ao segundo poste marcou o terceiro golo nos últimos cinco jogos, sendo que dois deles valeram a vitória - no último domingo, em Avanca, e na jornada 11, em Albergaria - e o outro, em casa, frente ao Estarreja, empatou o encontro. Sendo o líder da defesa, tem sido fundamental para o sucesso aveirense na prova.

Em termos coletivos, o destaque vai para o Mourisquense. Em último lugar e sem pontuar desde a mudança do comando técnico, a formação agora orientada por Beto, um homem da casa, viu-se a perder em Santa Maria de Lamas por 2-0 aos 9 minutos de jogo, quando Rui João seguiu o exemplo de Pirata (com golo aos 3 minutos) e fez o segundo golo. Nessa altura, o mais normal seria a equipa baixar os braços, mas fez exatamente o contrário. Foi para cima do adversário e conseguiu empatar.

A antevisão
A 16.ª jornada traz-nos um Beira-Mar contra o União de Lamas, em Aveiro. Representará, em caso de um mau resultado, o canto de cisne para a formação orientada por Ricardo Suíço, mas também servirá para um relançar do campeonato caso a equipa lamacense alcance os três pontos. Sem Artur, os aurinegros terão um teste duro pela frente.

No entanto, as mesmas palavras também poderiam descrever o confronto entre São João de Ver e Bustelo. A equipa da casa, liderada por Ricardo Maia, está a realizar uma prova um pouco aquém das expetativas e defronta, nesta jornada, uma das principais surpresas, o Bustelo, que, com Miguel Oliveira ao comando, mantém o foco na subida. Para os primeiros, o jogo é fundamental, mas para os segundos também pode ditar o adeus ao sonho.

11 de Janeiro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas