Zé Bastos ponderou terminar a carreira mas ganhou novo ânimo no São Vicente Pereira

Em pouco mais de um minuto, Zé Bastos marcou dois golos que ajudaram o São Vicente Pereira a derrotar o Cucujães, na 10.ª jornada do Campeonato SABSEG. O artilheiro contribuiu para a vitória por 3-1 da sua equipa e admite que, depois de ter ponderado terminar a carreira, foi nos 'corvos' que ganhou novo ânimo.

O avançado tem uma longa carreira no futebol, que começou no Murtoense. As experiências em clubes como Académico de Viseu, Alba, Recreio de Águeda, Avanca, Beira-Mar e São João de Ver permitiram-lhe ir afinando a mira às balizas adversárias, o que lhe valeu quase 130 golos no futebol sénior.

Contudo, aos 35 anos, o jogador ponderou pendurar as chuteiras nesta pré-temporada, “porque não surgiu qualquer proposta aliciante”, fator que se juntou ao instinto da paternidade. “O convite do São Vicente Pereira surgiu através de uma brincadeira, que eu acabei por levar a sério, e num período em que eu até estava a pensar em acabar a carreira, porque fui pai outra vez e queria estar ainda mais com a família. Julgo que voltei a ganhar novo ânimo no São Vicente Pereira, porque não havia outro projeto que me aliciasse”, explica.

Zé Bastos conta com seis golos nas 10 jornadas disputadas no Campeonato SABSEG, prova de que mantém a motivação para o futebol, embora admita que o novo paradigma do clube obrigou o plantel a arregaçar as mangas. “É uma equipa nova, num campeonato novo. Os primeiros jogos serviram um pouco como aprendizagem. Cometemos erros gravíssimos, que agora não acontecem. É natural que um clube que enfrente um novo desafio se tenha de adaptar e, neste momento, estamos a crescer”, admite.

A marcar há duas jornadas consecutivas, o avançado garante que o jogo com o Cucujães acabou por revelar “a vontade que a equipa continua a ter para ser ainda mais competitiva”. “Foi um jogo difícil, mas acabámos por aproveitar algumas oportunidades”, refere, acrescentando que o desejo do plantel “é fazer a melhor classificação possível e garantir a manutenção, se possível acima do 10.º lugar”. “Para o primeiro ano do clube no Campeonato SABSEG já seria muito bom”, conclui.

Fotografia
Associação Recreativa e Cultural de São Vicente Pereira

14 de Novembro de 2019
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas