Sociedade de golos dá lucros ao Bairros no Campeonato Grande Hotel de Luso

No Bairros, os golos não são direito privado. O plantel conta com cinco atletas acima da dezena de golos e, no último fim de semana, Rafa colou-se a Derlei na liderança da lista de melhores marcadores do clube, com 15 remates certeiros. “Quando um está à frente, começa a picar o outro e quem ganha é a equipa”, atira o universal.

O “hat-trick” no triunfo diante da PARC (8-1), no último sábado, deixou Rafa no topo dos artilheiros da equipa, em igualdade com Derlei e com dois golos a mais do que Hélder Moreira. “Tinha uma brincadeira com o Hélder, mas agora também é com o Derlei. Em todos os jogos, sempre que um marcava, o outro também tinha de o fazer. Só num jogo ou noutro é que não aconteceu isso”, conta o jogador, de 24 anos, natural de Alpendorada, Marco de Canaveses.

Foi por lá que cresceu no futsal, até que o clube da terra fechou portas. “Foi no meu último ano de júnior. O meu treinador no Alpendorada, o Vítor Vasconcelos, foi para o Bairros e levou-me com ele”, recorda Rafa, que passou as quatro épocas seguintes em Castelo de Paiva.

Dali saltou para o Ordem, da 2.ª Divisão Nacional, mas uma lesão grave fê-lo perder praticamente toda a temporada e levou-o a regressar ao Bairros, “um clube que me diz muito e uma casa que gosta muito de mim”.

Esse carinho vem sendo retribuído com golos, que têm ajudado a equipa a somar triunfos no Campeonato Grande Hotel de Luso, do qual é líder. “Estamos focados no nosso objetivo, que é sermos campeões”, atira, sem reservas, enquanto elogia “o empenho e a união do grupo”, essenciais para o trajeto que a equipa vem fazendo esta época.

O percurso é valorizado pela réplica dada pelos adversários num campeonato com “equipas muito equilibradas”, no qual “mesmo as que estão no fundo da tabela, por vezes, se tornam difíceis, como aconteceu no Luso, por exemplo”.

Até por aí, Rafa promete não baixar a guarda na fase das decisões, ele que trabalha na construção civil. “Este ano, já tive de sair do trabalho mais cedo para ir jogar, mas o gosto por isto ajuda”, salienta.

21 de Março de 2019
Rui Santos
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas