Diogo Mota prestou homenagem ao pai com “hat-trick” pelo FC Vaguense

O FC Vaguense venceu no reduto do SC Carqueijo por 3-2, na 19.ª jornada da zona sul da 2.ª Divisão Distrital, num jogo marcante para Diogo Mota. Após o falecimento do seu pai, na última semana, o médio entrou em campo determinado em lhe “prestar uma homenagem” e em “fazer tudo bem”, o que culminou num “hat-trick”.

Foi a primeira vez que Diogo Mota marcou três golos num só jogo enquanto sénior, que permitiram à sua equipa alcançar a cambalhota no marcador nos últimos cinco minutos da partida, altura em que o SC Carqueijo vencia por 2-1. A viver um momento difícil, após o falecimento do pai, o jogador confessa que queria “dar tudo em campo”.

“Em termos motivacionais, foi difícil encarar o jogo, mas o que aconteceu também me deu ainda mais força para lhe querer prestar uma homenagem e querer fazer tudo bem, com foco e concentração. Era isso que eu e o meu irmão pretendíamos”, explica.

O irmão, Miguel, também veste a camisola do FC Vaguense, pelo que Diogo considera que a vitória sobre o SC Carqueijo teve ainda mais significado. “Sabíamos que tínhamos de fazer tudo bem. Aliás, estamos habituados a jogar juntos e há cumplicidade, como com os outros jogadores. A única diferença é que estamos ainda mais à-vontade para trocar conselhos em casa”, revela Diogo Mota.

O jogador, de 24 anos, formou-se no GD Gafanha e na AD Sanjoanense e conta já com 10 golos nos 14 jogos disputados pelo FC Vaguense na presente temporada. O médio recuperou de uma lesão grave e estreou-se, esta época, à 5.ª jornada, acreditando que a equipa “pode alcançar um lugar acima do meio da tabela”.

“Se conseguirmos algumas vitórias contra as equipas do meio da tabela, julgo que podemos acabar numa posição mais elevada. Temos de tentar cometer menos erros para que os resultados apareçam, porque a posição que ocupamos na tabela não representa a nossa qualidade de jogo. Merecíamos mais”, defende, ele que está a concluir o mestrado em Engenharia Informática. “Ainda não decidi o que vou fazer a seguir. Primeiro, quero concluir os estudos e manter-me em atividade no futebol”, assume.

AD Nogueira da Regedoura reforça liderança na zona norte
O “hat-trick” de Diogo Mota permitiu o triunfo do FC Vaguense sobre o SC Carqueijo, que marcou por intermédio de Pedro Ferraz e Samuel Lindo. Ainda na zona sul, o Mamarrosa FC foi a outra equipa que conseguiu conquistar um triunfo fora de portas, derrotando o AC Famalicão por 2-0, enquanto a AD Valonguense, que é líder, não foi além de um empate a um golo diante do GD Mealhada. Fábio Dias inaugurou o marcador para os anfitriões, com Cristiano Pires a restabelecer a igualdade.

Quanto à UD Bustos venceu por 3-2 na receção à AR Aguinense, com um “hat-trick” de Tiago Reis, sendo que os visitantes marcaram por João Mariz e Renato Silva. Resultado idêntico verificou-se do triunfo do CRC Rocas do Vouga sobre a ADC Santo André, com golos de Carlos Martins, Luís Martins e Diogo Martins, com os forasteiros a reduzirem na sequência de um autogolo e de um tento de Rui Lima.

A jogar em casa, a JuveForce bateu o GD Águas Boas por 4-0, com golos de João Ramos, João Martins, Filipe Simões e Sérgio Soares, enquanto a ADRC Ribeira de Azenha venceu a AD Paredes do Bairros por 1-0, com um golo de Souleymane Imgo.

Quem também venceu pela margem mínima foi o FC Bom-Sucesso, ao derrotar a AD Sosense por 2-1, mercê dos golos de Bruno Matos e Miguel Quintas, que permitiram a reviravolta no marcador depois do tento de Jorge Marquez. Já a ADC Vila Nova de Monsarros triunfou sobre o GD Beira-Vouga por 3-1, beneficiando de um autogolo e dos tentos de Werick Silva e Jorge Cardeira, com os visitantes a reduzirem por João Silva.

Na zona norte, a AD Nogueira da Regedoura venceu no reduto do GD Milheiroense, por 3-1, com um “bis” de Jota e um golo de Tiga, e reforçou a liderança, mercê do empate a um golo da Florgrade FC no reduto da ADC Sanguedo.

Já o CCR Válega bateu o CCR São Martinho por 1-0, com um golo de Pedro Santos, enquanto a ADC Lobão triunfou, em casa, sobre o CD Tarei, por 2-1. Os visitantes colocaram-se na frente por Pedro Gonçalves, mas os golos de Rui Antunes e Diogo Santos consumaram a reviravolta.

A jogar em casa, o Lusitânia de Lourosa B venceu o CCR Vila Viçosa por 4-0, com golos de Pedro Pereira, que bisou, Tomás Silva e Diogo Azevedo, numa ronda em Caldas de São Jorge SC venceu o Relâmpago Nogueirense por 2-1, com golos de Simão Sá e Paulo Oliveira, com os forasteiros a reduzirem por João Alves.

Resultado idêntico verificou-se no triunfo do Real Clube Nogueirense no reduto do CDC Macieira de Cambra, com golos de Bruno Brandão e Rúben Moreira. Já o duelo entre a UD Fermedo e o Mosteirô FC terminou empatado a um golo. Nuno Teixeira inaugurou o marcador para a equipa de Arouca, tendo João Gomes restabelecido a igualdade. Quanto ao Romariz FC venceu a AD Santiais, em casa, por 3-2, com Fábio Barbosa a bisar.

Fotografia
Direitos Reservados

17 de Fevereiro de 2020
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas