Antevisão e análise ao Campeonato SABSEG por Sérgio Oliveira

A jornada
Um grande golo de Edu Marques, no último suspiro do jogo em Albergaria-a-Velha, deu ao São João de Ver um presente de Natal antecipado. A sexta vitória consecutiva culminou na liderança isolada do Campeonato SABSEG, porque a Ovarense cedeu pela primeira vez pontos em casa, frente ao Bustelo, e perdeu o lugar que lhe pertencia desde a primeira jornada.

Dentro de portas, e pese embora a boa réplica, o Carregosense não conseguiu amealhar qualquer ponto frente a um pragmático União de Lamas, que deu uma demonstração de força e vitalidade na luta da subida. Na fuga aos últimos lugares da tabela, a vitória do Gafanha, na receção ao São Vicente Pereira, ganhou outros contornos atendendo às derrotas dos seus concorrentes diretos. Um passo de extrema importância para a formação de Adolfo Parra. Nota, ainda, para o regresso às vitórias do Canedo frente ao Fiães. Paulo Sá decidiu a partida com um golo digno de dérbi feirense.


O destaque
Esta semana, gostaria de destacar dois valores individuais pela preponderância que assumem nas suas equipa, o que, consequentemente, tem repercussões na tabela classificativa.

Primeiro, Edu Marques. Quando já se dava o empate como um dado adquirido e a hipotética liderança em causa, eis que surge Edu, num ápice, a disparar de forma fulminante. Com futebol do cérebro aos pés, é uma das estrelas do São João de Ver e do nosso campeonato. Habituado a outros patamares, tem-se revelado fundamental na manobra da equipa de Ricardo Maia, tornando-se num dos grandes responsáveis pela atual liderança dos ‘malapeiros’. Intenso no aspeto físico e mental, Edu é aquele jogador que todos sabemos que “joga pesado”. O médio é, atualmente, o segundo melhor marcador da sua equipa (5 golos).

Segundo, Gustavo Magalhães. Pode trocar de clube “milhentas” vezes que, em poucos jogos – ou talvez até minutos –, seduz com a sua categoria. Um jogador elegante, com personalidade, que chefia toda a linha defensiva de uma equipa. Já o fizera durante vários anos em Estarreja e agora, ao serviço da Ovarense, fá-lo com a mesma classe. Na última jornada, viu o seu castelo assaltado por uma “traição”, mas que jamais tirará a regularidade exibicional com que nos brinda época após época. Considero-o um dos grandes responsáveis pela boa campanha dos ‘vareiros’ no regresso à Elite aveirense. É a prova de que é possível a um central jogar de smoking sem perder eficácia.

A antevisão
Após alterações no comando da prova, a 13.ª jornada do Campeonato SABSEG promete emoções fortes, em plena época natalícia. Existem dois jogos com características especiais. Primeiro, um teste interessantíssimo para dois jovens treinadores. A equipa de Tiago Leite, depois da derrota caseira que lhe custou a liderança, entra em cena no terreno do Cesarense, que vem da exibição mais sólida das últimas semanas, alimentada por um score dilatado. Caso os ‘vareiros’ escorreguem na visita ao Mergulhão, a equipa de Nélson Pinho entra diretamente no pódio, em igualdade pontual com o adversário da jornada. Estará, em causa, muito mais do que três pontos. Um grande jogo!

Com uma das jornadas mais difíceis para as equipas que lutam pela permanência (São João de Ver-Carregosense, União de Lamas-Paivense, Cucujães-Pampilhosa, São Vicente Pereira-Oliveira do Bairro e Avanca-Gafanha) as atenções estarão centradas na deslocação do Alba ao terreno do Estarreja. A necessitar urgentemente de pontos, a equipa de Bruno Magno Grave jogará uma cartada importante nas contas da manutenção. Para isso, terá de vencer a formação de Albergaria que, como se sabe, vendeu cara a derrota frente ao novo líder do campeonato.

6 de Dezembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas