Antevisão e análise ao Campeonato SABSEG por José Alexandre Silva

O Sport Clube Beira-Mar carimbou ontem, ao vencer em Carregosa, o regresso ao Campeonato de Portugal quase quatro anos depois de ter caído nos distritais após a falência da SAD e da impossibilidade de se inscrever, primeiro, na segunda Liga, onde tinha feito uma prova meritória sob o comando de Paulo Alves e, depois, no antigo Campeonato Nacional Seniores.

Sensivelmente a meio de Agosto de 2015 o clube começou a treinar após a queda na segunda distrital aveirense. Na altura, lembro-me naturalmente como se fosse hoje, tínhamos seis jogadores contratados: O capitão Pedro Moreira; o Diogo Catraio, que regressou após um hiato de dois anos na carreira, e quatro atletas promovidos dos juniores. O primeiro treino de captação, sim de captação, foi feito em meio campo de relva sintética, em São Bernardo, com cerca de 80 atletas. Uns poucos com qualidade, outros com algum jeito, muitos a dar uns toques e uns quantos com muita vontade. 

De lá para cá, tudo mudou. Do plantel inicial mantém-se apenas o Pedro Moreira e o Ramalho. O Cilio Souza é adjunto e o Catraio diretor desportivo. Quatro épocas depois os auri-negros carimbaram o regresso. Estão por isso de parabéns. Quem como que regressou ao segundo lugar foi o São João de Ver, que venceu em Esmoriz e viu o Bustelo perder na Pampilhosa. A luta pela vice-liderança e apuramento para a Taça de Portugal vai manter a prova em suspense. Na fuga à despromoção, o destaque vai para a vitória do Mansores em Alvarenga e para a derrota, surpreendente, do Macieirense em casa frente ao Mourisquense.

Antevisão
Dada o curto hiato da 29ª para a 30ª jornada, também esta análise sofre uma alteração, ou seja, passa logo para a antevisão dos jogos de domingo. Sobre a questão do segundo lugar, espera-se que São João de Ver e Bustelo ganhem, com maior ou menor dificuldade, a Alvarenga e Vista Alegre, ficando o Pampilhosa, a dois pontos de diferença, com a fava, ao deslocar-se a casa do aflito mas motivado Mansores.

Sobre a fuga aos lugares de descida, o Estarreja tem um jogo que pode definir muito o seu futuro, com a deslocação ao terreno do Mourisquense. Está obrigado a ganhar, podendo, se conseguir concretizar a vitória, afastar-se do Fiães, que recebe o sempre complicado Esmoriz, num reencontro de emoções para Narciso Ratinho. 

27 de Abril de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas