Há um ano, a Associação de Futebol de Aveiro e a #AFATV fizeram história!

 

A AFA Magazine comemora o seu primeiro aniversário. Para trás fica um ano recheado de histórias marcantes, contadas na primeira pessoa pelos atores principais do futebol, do futsal e do futebol de praia distritais e nacionais.

Se a primeira impressão é difícil de apagar, a AFA Magazine fez por ser recordada pelo seu dinamismo desde a primeira hora. A 10 de março de 2017, a Casa da Criatividade, em S. João da Madeira, recebeu cerca de 300 convidados para a apresentação de um projeto que se propunha a dar o devido relevo a personagens e acontecimentos que marcaram, e continuam a marcar, o desporto de Aveiro.

Com um grafismo inovador, a AFA Magazine despertou interesse pelos seus conteúdos e pela forma arrojada como os foi apresentando, mês após mês. De Nuno Manta Santos a Pedro Dias, dez capas emblemáticas, que eternizam momentos únicos do nosso desporto. Joaquim Henriques, um dos fundadores do Pessegueirense, que, em abril de 1974, enquanto militar, deu o seu contributo para libertar Portugal das amarras da ditadura, foi outro dos rostos que deu cor às capas da AFA Magazine, à semelhaça de Jorge Braz, selecionador nacional de futsal, Ricardo Canavarro, treinador do Futsal Azeméis, Pepa, treinador do Tondela que já passou por Sanjoanense e Feirense, Ruben Neves, médio formado no FC Porto que, atualmente, representa os ingleses do Wolwerhampton, e Gil Dias, hoje na Serie A italiana, ao serviço da Fiorentina. Todos deram um brilho especial a uma revista que nunca descurou os heróis locais, donos de histórias de vida inspiradoras.

Pioneira no panorama desportivo nacional, a AFA Magazine rapidamente ocupou um lugar central na vida dos amantes do futebol, do futsal e do futebol de praia. Os media nacionais também se renderam ao trabalho por nós desenvolvido, facto comprovado com as partilhas de excertos da entrevista a Ruben Neves, publicada em janeiro.

Um ano depois de se ter apresentado ao mundo, a AFA Magazine mantém o espírito inovador do primeiro dia, ao qual junta o peso da responsabilidade criada por tudo o que construiu ao longo dos últimos meses. Por isso, o futuro só pode ser risonho, com a certeza de que muitas surpresas surgirão nos tempos que se avizinham. O melhor é mesmo não se desligar.

13 de Março de 2018
Rui Santos
[email protected]
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas